O BAILE
Aldara Bizarro

ARTISTAS

Direcção 

Aldara Bizarro 

Horário

Dia 19 set. • 18h00


Local

Jardim do Campo das Amoreiras

Partilhar

Esta obra pretende encenar um baile inspirado nos antigos bailes de aldeia e de bairro, habitualmente organizados por coletividades, com música ao vivo. Aldara Bizarro, a coreógrafa, convidou o músico Artur Fernandes para criar a música do projeto e pediu-lhe que utilizasse o seu instrumento de eleição, o acordeão, e que compusesse música para o grupo de dança a constituir, não só para ser tocada pelo seu trio, ao vivo, mas também por uma banda com músicos locais que em cada apresentação se deve integrar. Aqui se juntarão alguns músicos da Banda Musical e Artística da Charneca. Com um conjunto de bailarinos profissionais, co-criadores, Aldara Bizarro explorou outros desenhos para as danças que se dançavam naqueles bailes, e estimula a cada reposição, a recuperação de vivências particulares das pessoas da comunidade que colaboram no espetáculo, tornando esses momentos em pontos fortes da obra. Cada Baile conta, portanto, a história dos participantes, desta vez oriundos das Galinheiras, da Charneca e da Ameixoeira.

Contactos

SEDE PERMANENTE

Estrada de Benfica, nº 400

1º E. 1500-101 Lisboa, Portugal

EQUIPA DE DIRECÇÃO E PROGRAMAÇÃO

Contacto: Miguel Abreu
E. abreuabreu@gmail.com

T. (+351) 919 732 693

Redes sociais

Newsletter

Dança Contemporânea Dança Contemporânea Dança Contemporânea Dança Contemporânea Dança Contemporânea
Dança Contemporânea Dança Contemporânea Dança Contemporânea Dança Contemporânea Dança Contemporânea