O BAILE
Aldara Bizarro

ARTISTAS

Conceção, direção e coreografia

Aldara Bizarro


Interpretação/ cocriação

Costanza Givone

Sofia Portugal

Bruno Rodrigues

Avelino Chantre

Susana Domingos Gaspar

participação de 20 pessoas da comunidade


Criação musical

Artur Fernandes (Danças Ocultas)


Interpretação musical

Artur Fernandes (concertina)

Marco Figueiredo (piano)

Miguel Calhaz (contrabaixo)

Banda Musical e Artística da Charneca


Vídeo

Catarina Santos


Iniciativa integrada no programa do Serralves em Festa, realizada em parceria com Manobras no Porto – Centro Histórico 2011/2012. Produção Jangada (com

financiamento da Direção Geral das Artes – apoios bienais de 2012)

Horário

19 SET • 18H


Local

Jardim do Campo das Amoreiras

Morada

Jardim do Campo das Amoreiras - Charneca 

Duração

60 min


Gratuito com inscrição prévia obrigatória


inscreva-se aqui


Esgotado

Partilhar

Esta obra encena um baile inspirado nos antigos bailes de aldeia e de bairro, habitualmente organizados por coletividades, que tinham música ao vivo e que, na sua maior parte, eram o acontecimento mais importante para o grupo que participava e que o organizava. A coreógrafa Aldara Bizarro convidou o músico Artur. Fernandes para criar a música do projeto e pediu-lhe que utilizasse o seu instrumento de eleição: o acordeão. E que a ele e ao seu trio se juntassem músicos das bandas locais. A coreógrafa explorou outros desenhos para as danças que se dançavam naqueles bailes, e estimula a recuperação de vivências particulares das pessoas da comunidade. Cada Baile conta, portanto, a história dos seus participantes.

Contactos

SEDE PERMANENTE

Estrada de Benfica, nº 400

1º E. 1500-101 Lisboa, Portugal

Redes sociais

Newsletter

Dança Contemporânea Dança Contemporânea Dança Contemporânea Dança Contemporânea Dança Contemporânea
Dança Contemporânea Dança Contemporânea Dança Contemporânea Dança Contemporânea Dança Contemporânea