VISITAS PROIBIDAS

Horário

dia 17 (qui), 18 (sex), 19 (sáb), 20 (dom)


Local

#TODOSemlinha

Partilhar

A pandemia não nos permite visitar alguns lugares ao vivo, por isso lançamos o desafio de visitar online alguns lugares menos conhecidos, com histórias espantosas, únicas e especialmente ricas em factos sociais – lugares naturais de um território com uma longa história no apoio assistencialista aos mais necessitados. Conhecê-los é não apenas contactar com a memória material e imaterial do passado mas também compreender melhor esse território no presente.


Museu do Lactário / Fundação Aboim Sande Lemos

O Museu do Lactário foi instituído pela Fundação Aboim Sande Lemos (FASL) com a finalidade de difundir a história da instituição pioneira que criou o primeiro lactário em Portugal, a partir do qual se distribuía, gratuita e diariamente, leite de qualidade, prestando ainda assistência pediátrica a todas as crianças assistidas pela FASL. O espólio exposto divulga a História do serviço e apoio alimentar de primeira necessidade à pequena infância, bem como o desenvolvimento da sua atividade no panorama nacional e internacional, através de testemunhos materiais, com destaque para as primeiras incubadoras no País.


Estação de Santa Apolónia

O projeto para a construção de uma estação entre a Praia dos Algarves e a Rua Direita do Cais dos Soldados, aproveitando o antigo Convento de Santa Apolónia, para servir a ligação por caminho de ferro de Lisboa ao Norte do País e a Espanha e França, foi aprovado em 1862. Custou na altura 255.164$000 réis, o equivalente a pouco mais de 255 escudos (1,27 euros)... Conheça toda a história e curiosidades sobre a Estação de Santa Apolónia, nesta visita online especialmente preparada para o TODOS.


Centro de Reabilitação Nossa Senhora dos Anjos

A história do edifício onde hoje se encontra o Centro de Reabilitação Nossa Senhora dos Anjos, pertencente à Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, remonta ao séc.XV quando, em 1490, as Comendadeiras de Santiago – comunidade constituída pelas viúvas e filhas solteiras dos Cavaleiros de Santiago – sob a proteção do Rei D. João II, se transferiram do edifício que ocupavam em Santos-o-Velho. No séc. XVII foi casa provisória dos Barbadinhos Italianos de Nossa Senhora dos Anjos, o que explica a atual designação. Em julho de 1742, Lázaro Leitão Aranha comprou o edifício a D. João V e fundou o recolhimento com o seu nome, dando continuidade à tradição lisboeta de fundações privadas com fins sociais.

Contactos

JUNHO-SETEMBRO 2020

Rua da Bica do Sapato, nº 48 Ab

1100-094 Lisboa, Portugal


SEDE PERMANENTE

Estrada de Benfica, nº 400

1º E. 1500-101 Lisboa, Portugal

Redes sociais

Newsletter

Visitas guiadas Visitas guiadas Visitas guiadas Visitas guiadas Visitas guiadas Visitas guiadas
Visitas guiadas Visitas guiadas Visitas guiadas Visitas guiadas Visitas guiadas Visitas guiadas